Integração do Windows Phone 7 com o Kinect

Anúncios

Copel entra no mercado de banda larga

A Copel anunciou na segunda-feira, 14, que vai entrar no mercado de banda extra larga na internet, com velocidade de transmissão de 100 Mbps, baseada em estrutura própria de 17 mil quilômetros de fibra ótica.

Com investimento de R$ 100 milhões, que será destinado à interligação de repartições públicas estaduais e redes empresariais à atual rede da companhia, o projeto começa ainda nesta terça-feira, 15, por Curitiba.

A meta da companhia é tornar o Paraná o primeiro estado brasileiro a ter cobertura 100% digital de Internet em todos os municípios até 2014.

A infraestrutura de cabos a ser utilizada para prestação do novo serviço já está montada, e é hoje usada para serviços de telecomunicações das unidades da própria Copel em 240 dos 399 municípios paranaenses.

Para atender ao plano de totalizar o acesso à banda extra larga digital no Paraná, a distribuidora de energia projeta iniciar pela interligação da estrutura geral de todas as cidades do estado por fibra ótica até o final de 2012 e, em mais dois anos, levar a elas a conexão de 100 Mbps.

O novo serviço já tem até nome: BEL-100.

O público alvo do novo nicho da Copel será, inicialmente, o corporativo, além do governo estadual.

Entretanto, segundo o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, no ano que vem a previsão é começar a oferta também pra usuários residenciais.

Os valores a serem cobrados pelo novo serviço ainda não foram divulgados.

A forma de cobrança será feita mediante o nível de consumo de dados do cliente, como ocorre com faturamento da energia, por exemplo.

Fonte: http://www.baguete.com.br

Sony leva guerra dos consoles aos celulares

Divulgação

BARCELONA, Espanha (Reuters) – A Sony Ericsson revelou no domingo seu aguardado celular inteligente PlayStation e com isso levou a guerras dos consoles de videogames aos celulares.

O PlayStation da Sony, integrado ao novo celular Xperia Live, enfrentará o XBox Live, da Microsoft, disponível no sistema operacional Windows Phone 7.

O lançamento surgiu apenas dois dias depois que o Windows Phone recebeu grande estímulo da Nokia, maior fabricante mundial de celulares em termos de volume, que anunciou que usará o sistema operacional em toda a sua linha de celulares inteligentes.

“A guerra dos consoles está se transferindo à plataforma móvel, mas Microsoft e Sony têm longo caminho a percorrer se desejam reduzir a distância que as separa da Apple”, disse Geoff Blaber, analista da CCS Insight.

“O Xperia Play oferece algo de diferente e revigorante em meio a um mar de aparelhos Android homogêneos”, acrescentou.

A Sony Ericsson anunciou que a Verizon Wireless venderá o modelo nos Estados Unidos, o que abrirá acesso ao maior mercado mundial de celulares inteligentes para a joint venture igualitária entre a sueca Ericsson e a japonesa Sony.

A empresa revelou também dois outros modelos que operam com o sistema Android, do Google, e disse que planeja lançar pelo menos oito modelos com a plataforma este ano.

“Queremos nos tornar a maior fabricante de celulares Android”, disse Bert Nordberg, presidente da Sony Ericsson, em entrevista à Reuters, acrescentando que a empresa precisará elevar sua fatia de mercado no segmento Android a 25 por cento, ante os 14 por cento atuais.

O Android ascendeu rapidamente e se tornou a plataforma preferencial para muitos fabricantes de celulares menores, que lançaram dezenas de modelos parecidos para concorrer contra a Nokia e a Apple.

A Sony Ericsson se concentrará no crescimento este ano, depois de sair do vermelho em 2010, disse Nordberg, acrescentando que a empresa planeja elevar sua receita e seu lucro em 2011. 

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br

Sindicato de TI intensifica manifestações para pressionar definição salarial

Proseguem ações do sindicato dos trabalhadores de TI para a conquista de melhores condições de trabalho para a categoria.

O Sindicato dos Trabalhadores de Tecnologia da Informação (Sindpd) realizou
ações durante a semana para pressionar o sindicato patronal e conquistar
melhores condições de trabalho para a categoria. A classe distribuiu cerca de 10
mil panfletos nas principais empresas do setor, com informações sobre o impasse
da negociação de 2011 e o desempenho econômico positivo do segmento – o que
contraria o argumento do sindicato patronal de que as empresas não teriam
condições de aplicar aumento real de salário.

O Sindpd fez ainda um comunicado oficial, pela rádio CBN, solicitando a união
do setor para que as divergências sejam superadas. “Estamos informando a
categoria sobre a inflexibilidade do sindicato patronal diante de reivindicações
justas dos trabalhadores, uma vez que em 2010 o mercado de TI teve um desempenho
extraordinário com crescimento maior do que 10%. Não há justificativas para não
concederem um bom aumento”, afirma Antonio Neto, presidente do Sindpd.

A estratégia do Sindpd é continuar pulverizando os informes sobre a
negociação salarial ao longo dos próximos dias. As principais reivindicações da
negociação salarial de 2011 são: aumento real de salário, plano de Participação
em Lucros e Resultados (PLR), ampliação de pisos e auxílio-refeição.

GVT busca 17 trainees para salário de R$ 4 mil

Rogerio Jovaneli, de INFO Online Quarta-feira, 09 de fevereiro de 2011 – 15h42

Marcelo Almeida/EXAME
GVT busca 17 trainees para salário de R$ 4 mil
Centro de Inovação da GVT em Curitiba: conforme desempenho, trainees trainees poderão ser efetivados em posições na companhia

SÃO PAULO – A GVT, operadora de banda larga e telefonia fixa, está com 17 vagas abertas para a sua primeira turma de trainee em 2011. O salário inicial é de R$ 4 mil.

Podem participar da seleção profissionais formados entre dezembro de 2007 e dezembro de 2010 em Ciência da Computação, Engenharia da Computação, de Telecomunicações, Elétrica, Sistema da Informação e Comunicação, entre outras áreas.

É preciso, ainda, ter nível avançado em inglês, conhecimento em informática e disponibilidade para mudança e viagens.

O processo de seleção conta com análise curricular, testes online e oral de inglês, dinâmicas de grupo, inventário comportamental e entrevista final. O resultado será anunciado em maio, e as contratações serão realizadas em junho.

O programa tem duração de dois anos. Nesse período, participarão de inúmeras atividades de treinamento em Curitiba. A primeira é a ambientação, quando conhecerão a empresa, área de atuação e visão estratégica.

Haverá, também, treinamentos sobre os produtos e serviços comercializados e o modelo de negócio da companhia, atuação em diversas áreas da empresa, cursos de finanças, comunicação, negociação, planejamento e gestão de projetos.

Terminada essa fase, os trainees passarão por formação específica em conteúdos de suas áreas de atuação, liderança e gestão de pessoas.

No final do programa, cada trainee apresentará um projeto para a área em que irá atuar. Os profissionais serão avaliados, mensalmente, durante os dois anos e, de acordo com seu desempenho, assumirão posições de gestão na GVT.

IBM recebe do governo dos EUA encomenda de supercomputador de 10 petaflops

IDG News Service/Nova York
08-02-2011
(Joab Jackson)

Apelidado de Mira, máquina terá mais de 750 mil processadores e utilizará sistema de código aberto. Outros dois estão sendo construídos

 

O Laboratório Nacional Argonne, do Departamento de Energia dos Estados Unidos, encomendou à IBM a construção do que será um dos mais poderosos supercomputadores do mundo, anunciou a IBM nesta terça-feira (8/2).

O computador, apelidado de Mira, será capaz de executar 10 quatrilhões de cálculos por segundo, ou 10 petaflops, e será colocado em funcionamento em 2012, afirmou a empresa. Ele será construído sobre a próxima versão da arquitetura de supercomputação Blue Gene, chamada Blue Gene/Q.

Embora custeado pela Fundação Nacional de Ciência dos EUA, o Laboratório Argonne permitirá que empresas, universidades e governo acessem o computador para pesquisa e desenvolvimento de projetos de grande escala, disse Dave Turek, chefe do grupo de “computação profunda” da IBM.

Tal músculo computacional “deverá dar origem a diversas inovações interessantes” nos campos de química computacional, aerodinâmica, ciência dos materiais, energias alternativas e muitas outras disciplinas, afirmou.

Menção à China
Em seu discurso anual do Estado da União, em janeiro, o presidente dos EUA Barack Obama enfatizou o uso de supercomputação como forma de o país manter sua vantagem competitiva. Ele fez menção ao progresso que outros países, notadamente a China, têm obtido na construção de seus próprios supercomputadores.

O desempenho dos 10 petaflops ultrapassa de longe o que é atualmente tido como o supercomputador mais poderoso do mundo, o recém-construído Tianhe-1A, do Centro Nacional de Supercomputadores de Tianjin, na China. O sistema alcançou desempenho de 2,67 petaflops de acordo com o último ranking Top 500 dos maiores supercomputadores do mundo.

A potência extra poderia ser utilizada para encurtar o tempo necessário para rodar modelos computadorizados e até para executar tarefas que eram muito grandes mesmo para as maiores máquinas do mundo, prevê a IBM.

Um modelo de como o coração humano reage a um remédio poderia levar até dois minutos se executado em uma máquina de 10 petaflops – nos melhores supercomputadores atuais, o trabalho levaria dois anos. A velocidade maior permitirá que empresas e universidades conduzam suas pesquisas para trazer novos produtos e inovações ao mercado de forma mais rápida.

Construção tripla
Em 2012, o Mira será um dos três sistemas americanos da IBM com 10 ou mais petaflops. A IBM também começa a produção de outro supercomputador para o Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL, na sigla em inglês), do Departamento de Energia – um modelo de 20 petaflops chamado Sequoia. E também constrói o sistema Blue Waters, de 10 petaflops, para o Centro Nacional de Aplicações de Supercomputação da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign.

O Mira terá mais de 750 mil processadores IBM PowerPC A2 de 1,6 GHz. Cada nó computacional terá um único processador e eles serão armazenados em racks de 1.024 nós. Cada rack também terá de oito a 128 nós de I/O – também rodando o processador A2 – que serão dedicados ao tráfego de dados de e para os nós de computação.

Cada nó terá 8 ou 16 gigabytes de memória, agregando 750 terabytes de memória por todo o sistema. As comunicações entre os nós ocorrerão por meio de interconexões IBM 5D Torus, capazes de tráfegos de até 40 gigabits por segundo.

Como sistema operacional, os nós computacionais rodarão um kernel escalável de código aberto e os nós de I/O terão uma versão modificada do Red Hat Enterprise Linux. O sistema será basicamente refrigerado a água e consumirá em média 60.000 Watts por rack.

A IBM não revelou o preço do Mira, embora diga que o Laboratório Argonne o comprou com recursos de uma verba de 180 milhões de dólares.

Embora o sistema anunciado venha a ter capacidade de 10 petaflops, a arquitetura Blue Gene/Q deverá ser capaz de alcançar 50 petaflops e talvez mais, disse Turek.

A IBM desenvolveu a arquitetura Blue Gene em 1993 como parte de um esforço de desenvolvimento de 100 milhões de dólares, em parceria com o LLNL. O esforço de pesquisa foi destinado à construção de uma arquitetura altamente escalável para grandes supercomputadores, e que fosse ao mesmo tempo eficiente no consumo de energia.

 

 

DELL APRESENTA TABLET COM WINDOWS 7

Mais uma fabricante de computadores quer abocanhar uma fatia do promissor mercado de tablets. A Dell apresentou ao mercado, nesta terça-feira (8/2), um modelo de 10 polegadas (cerca de 25,4 centímetros), que usa processador Intel e roda Windows 7.

Junto com o novo tablet, batizado de Windows 7 Business Tablet, a Dell divulgou, durante evento em São Francisco (Estados Unidos), o lançamento de 39 produtos voltados ao mercado corporativo, que incluem laptops, desktops, workstations e um tablet híbrido – que pode ser usado como notebook.   No caso específico do Windows 7 Business Tablet, as expectativas são de que o equipamento esteja disponível no mercado até metade deste ano.   De acordo com o site de notícias norte-americano CNet, a Dell deve lançar uma versão do tablet compatível com o sistema operacional Android.

Fonte: Olhar digital
%d blogueiros gostam disto: